Quero

Perder as tardes preguiçosas
Encontrando carinhos
Perdidos entre os cobertores.
Saboreando 'euteamos'
Enquanto passeio
Pelos teus olhos
E procuro meus desejos
Pelos teus cabelos.
Enquanto se distraem
Minhas mãos
Em teu corpo inteiro
Aprendendo
Toda delícia dos teus detalhes.
[Enquanto o Tempo se turva e se dobra lá fora
E se desfaz
Irrelevante
Enquanto o mundo corre e cansa atrás do nada
E nos esquece.]

(novembro de 2009)

[Re]Encontro

Um dia
Ironicamente
Encontramos em nós
Aquilo que achávamos que o mundo nos havia tirado.

(abril de 2008)

Colorir

Depois que se entende com clareza
O que eles chamam "relatividade"
E se entende que nada tem verdadeiro significado ou importância
[Nenhum além daquele que tu mesmo cria]
O mundo tende a parecer menos colorido.
Mas isso se explica
Quando se vê
Que é preciso
Um mundo sem cor
Para que possas pintá-lo ao teu gosto.

(maio de 2008)